sábado, agosto 08, 2009

vento

pintura de Vladimir Kush


Pergunto baixinho ao vento
Se tem asas de pensamento
Ou se voa só à toa
Se voa só por ser vento
Se por ser vento
Ele voa

E o vento nada me diz
Passa ao largo, vai feliz
Talvez por ser só vento
E não ser nada que quis
Sem desejos, ser feliz
À toa sem pensamento

E eu preso a este chão
Preso ao sonho à ilusão
Lamento de me pensar
Sem asas de tentação
Que me tomem a razão
E que me deixem voar…

Ó vento passa por mim
Mesmo que breve e assim
Ganhe eu asas de não ser
Por conciso que seja o fim
O voo de não saber…

jorge@ntunes

2 comentários:

prAia em Mim disse...

e eis o encantamento livre do vento q sempre nos seduz, assim transporto em palavras, nas asas que gostaríamos de ter...um bj

- Paam_ disse...

Vento,ahh o vento.Uma inexistencia constante e íntima..adorei *-*

te deixei um selo no meu bolg =]
Beejinhus!

Related Posts with Thumbnails