domingo, setembro 25, 2005

ilusão


Estou aqui sentado estupidamente

a olhar o papel branco imaculado

tão em branco como o meu cérebro.

Sei que quando peguei o papel e a caneta

apetecia-me dizer algo.

Não sei o que me assustou.

Possivelmente foi o tamanho do papel

imenso demais para o meu pensamento.


jorge@ntunes

4 comentários:

mar_praia disse...

Que pensamentos terão andado ou andam nessa cabeça???
Será caso para ficar preocupada? Tou aqui se precisares!

Beijinho enorme meu amigo!

Gnose disse...

Papel demasiado para o pensamento,ou pensamento demasiadamente filtrado para o papel?

batista filho disse...

"Não sei o que me assustou.
Possivelmente foi o tamanho do papel
imenso demais para o meu pensamento."

... ou (quem saberá dizê-lo?)
o pensamento
de tão leve
se assustou
com as palavras
por demais espessas
para tentar traduzí-lo?

batista filho disse...

"Não sei o que me assustou.
Possivelmente foi o tamanho do papel
imenso demais para o meu pensamento."

... ou (quem saberá dizê-lo?)
o pensamento
de tão leve
se assustou
com as palavras
por demais espessas
para tentar traduzí-lo?

Related Posts with Thumbnails