segunda-feira, setembro 26, 2005

inquietude

Por vezes inquieto-me.

Olho à volta.

Tudo permanece inalterado.

Então sorrio.

Dai a minha inquietação.

jorge@ntunes

3 comentários:

Gnose disse...

A aprendizagem da vida é feita através de desequilibrios constantes visando alcançar novo estado de equilibrio.É de realçar a necessidade desses desequilíbrios, embora não pareçam benefícos à primeira análise.
Um grande Bj,agradecendo pelo acrescimo do abraço ;)

Silêncios disse...

È bom que se espere sempre algo de novo...mas não precisas de te inquietar :)
Todos os dias tens algo de novo,nada na tua vida está inalterado
Um beijinho doce

Paula Raposo disse...

Tudo se transforma...inquieta-te sempre, é porque estás vivo!! Beijos

Related Posts with Thumbnails