sexta-feira, dezembro 12, 2008

sonho




Sonhei que vinhas
Não da forma que sempre chegaste
Vinhas também tu sonho
Que sonhaste

E eu, adormecido
No sono tentado em ti
Só acordei no teu beijo
O meu, que te tocou a ti

Olhei para ti com os teus olhos
E tu choraste com os meus
Com o teu corpo senti-me vivo
O meu corpo, os pasmos teus

Das palavras que trocámos
De uma só alma sentida
Eu parti, e tu partiste
À chegada, à despedida

Desse sonho que sonhámos
Desse acordar que vivemos
Desse beijo que trocámos
Dessa vida que escolhemos

E assim
Nesse tudo que criámos
Tu vinhas ao teu encontro
E eu, ao encontro de mim
Apenas porque sonhámos

jorge@ntunes

2 comentários:

http://toninha.abn.zip.net disse...

Magnífico!Como sempre, lindo o que escreves.Estou flutuando no ar.
Como sabes, sou uma eterna sonhadora e quando leio os teus versos,simplesmente,mergulho no teu mundo de sonhos.Obrigada por mais este belíssimo poema.AMEI!

Um doce beijinho com muito carinho!
Adoro-te...poeta amado:)

Fica na Paz!

@lexis disse...

Quero fazer parte do teu sonho em vida
Quero ser parte da tua vida em sonhos
Vou amar-te assim
Hoje Amanhã e Depois

Related Posts with Thumbnails