terça-feira, dezembro 09, 2008

aqui





Parece real
Este estar aqui…
O vento parece correr
E o mar parece beber
Deste meu olhar cheio
De parecer…

Real…

Parece o presente
Este momento
Parece o mar que me sorve
E o correr do vento…

Parece-me ético pensar
Que penso…

Se for real o mar, o olhar
O vento…

Uma luz se acende
Porque eu a vejo
E alguém a sente…

Mas isso não explica a luz
Nem o que penso ver
Não explica o mar, não explica o vento
Nem o que parece, parecer…

E assim… Apago a luz
Que nem era minha…

Despejo o mar e poiso o vento…
Deixo de parecer o que pareço…

Daqui, parto para lá!...

Real, fica o que já esqueço
O resto é sonho
Que faz o tempo…

jorge@ntunes

2 comentários:

http://toninha.abn.zip.net disse...

Confesso que estou encantada.Muito lindo mesmo.Um sonho de poema!Parabéns,poeta querido.
Adoro-te!

Belíssima imagem...AMEI!

Beijinhos carinhosos:)

Fica na Paz!

@lexis disse...

"Eu não tenho filosofia: tenho sentidos...
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,
Mas porque a amo, e amo-a por isso,
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe por que ama, nem o que é amar..."

A prenda é minha mas as palavras são do Mestre...

Beijo grande amor da minha vida

Related Posts with Thumbnails