segunda-feira, novembro 03, 2008

4paredes




Digo incapaz de sentir
Incapaz de dizer
Nas palavras que sinto
Um poema a nascer

Sou eu, entre estas quatro paredes
No seio de qualquer palavra
Lá fora perdido no mundo
Sou nada!!!

Fosse alimento do corpo
O sentido de cada palavra
Apenas ela me bastaria
Como me basta à alma

Ela, e quatro paredes
Janelas para o universo
E eu, no meio delas
A inventar-me num verso

Sinto, incapaz de dizer
Incapaz de sentir
Nas palavras que digo
Um poema a partir

jorge@ntunes

2 comentários:

@lexis disse...

Prisão injusta
Paredes cerradas
Parte o poema

Pensamento livre
Janelas abertas
Fica o poeta

... Ainda não to disse hoje...
... Mas sussurro-to mais tarde...

@lexis disse...

Hoje um pouco mais que ontem
Amanhã muito mais que hoje
... Sempre em crescendo o meu amor por ti

Related Posts with Thumbnails