sexta-feira, maio 23, 2008

momento





Tenho um sonho à tua espera
Tenho um novo rio pra te dar
Tenho um sol de primavera
A lançar-se livre pelo mar

Tenho um beijo que me sobeja
Tenho um céu no horizonte
Tenho uma flor que te deseja
Com sede pura da tua fonte

Tenho o tempo a confundir-me
Tenho as horas do teu encanto
Tenho o teu olhar a despir-me
Um rouxinol com o teu canto

Vem pela tardinha
Tocar a alma minha
Com o teu jeito de tocar

Vem, tens de ser minha
Pela tardinha
Amena, de eu te amar

Vem, assim sozinha
Leve no gesto
Leve no vento

Vem, tu já és minha
Que o tudo o resto
É o momento

Tenho guardado o teu sabor
Tenho escondida, uma ilha de coral
Tenho um lápis de uma só cor
Uma tela de seda, a ti, igual

Tenho também um poema
Tenho o lugar, a minha musa
Tenho a tinta, tenho a pena
Este sonho que me usa

Tenho tudo que te espera
Tenho apenas quem eu sou
Tenho aberta, sempre a janela
Desta canção que te inventou


Vem pela tardinha
Tocar a alma minha
Com o teu jeito de tocar

Vem, tens de ser minha
Pela tardinha
Amena, de eu te amar

Vem, assim sozinha
Leve no gesto
Leve no vento

Vem, tu já és minha
Que o tudo o resto
É o momento

jorge@ntunes

5 comentários:

Geminiana disse...

Hummm!Falta palavras para descrever a beleza deste poema. Sensacional!Belíssimo!Quanta inspiração.AMEI! Deixaste-me emocionada.Lindo demais.Parabéns!
ADORO-TE...MEU POETA AMADO!


Beijinhos com saudades :)

Fica bem... fica na Paz!

Anónimo disse...

:'(

Eu...

Paula Antunes disse...

Belo "Momento" este...

Beijos

Anónimo disse...

Vem pela tardinha
Tocar a alma minha
Com o teu jeito de tocar

Vem...estou a esperar!

Beijinhos com carinho :)

I LOVE YOU...MY LOVE

Os_meus_rabiscos disse...

Palavras intensas quando intenso é o querer..
Voltarei!

Related Posts with Thumbnails