quinta-feira, fevereiro 21, 2008

preso



A ver a vida a passar
A realidade a partir
A ver o sonho a ficar
A juventude a fugir

Preso no fundo do mar
O desejo a sucumbir

O revés
Do mundo a meus pés
A ver levada pela maré
A imagem corpórea da fé

A ver de relance
O desenlace

Do que nunca começou

A ver cair por entre os dedos
As lágrimas, os medos
Segredos...

O sonho, que me sonhou

jorge@ntunes

2 comentários:

Geminiana disse...

Preso?Meu querido,o homem nasceu para ser livre,voar e ganhar a sua liberdade.Quem me dera poder te tirar desta prisão,não deixar teus sonhos serem levados pela maré,mas quem sou eu? Apenas uma sonhadora apaixonada...a esperar...a ver também, da mesma maneira, a vida passar...acredite!
LINDÍSSIMO!O teu poema.Parabéns!

ADORO-TE

AMEI DE CORAÇÃO!

Beijos mil (*_*)

Paula Antunes disse...

Muito triste...

Related Posts with Thumbnails