sexta-feira, outubro 05, 2007

peço-te-me





Peço-te...
E ao pedir-te
Peço-me...

Porque ter-te
É ter-me...

Na discórdia ou na simetria
De pensamentos e gestos
Há o que somos um do outro
Há o que somos um ao outro
Há, no outro parte do que somos nós mesmos.

Existo porque me existes.

E no vice-versa
Da tua existência
Completas o círculo
Do existir-mos.

Amo-te porque és Ser...
Nego-te porque és Ser...
E por assim ser, Sou...

Ser ou não ser
Não é a questão...

Questionar é por si só
Já, e unicamente ser...

Não ser
É uma impossibilidade
Existencial...

E afinal o que somos?

A concreta questão...

Fora isso...

Peço-te-me...


jorge@ntunes

3 comentários:

margarida já muito desfolhada disse...

peço-me ti...

Geminiana disse...

Anjo Amado, confesso que estou perplexa com a beleza e a magia deste teu poema.É emocinante te ler.
Estou me deliciando com com estas doces palavras.Lindo!Lindo!Com toda sinceridade,sinto-me como se estivesse no céu...tudo em mim se acalma.Só me resta agora mergulhar em um sono profundo e sonhar... sonhar com Meu Amado!

Amo-te porque és Ser...
Nego-te porque és Ser...
E por assim ser, Sou...

Amei!!!

Doces beijinhos do tamanho do universo:)

moonlover disse...

Tambem eu gostei do teu lugar!

gosto quando inventam verbos;)

...peço-te-me

gostei mt deste poema,

um beijo
moon

Related Posts with Thumbnails