sábado, maio 20, 2006

rasgos



Poiso em teus braços
Sonho rasgado em pedaços
Pedaço de amor carente
Busco em teu olhar, meus traços
Pedaços, de quando fui gente

Entranho-me nos teus poros, suor
Lágrima que sabes de cor
Resto que sobra de mim
Salgado, doce, sem sabor
Sempre vontade sem fim

Abraça-me assim sendo vento
Sendo apenas pensamento
Ama-me assim cegamente
Que eu serei em ti, momento
Amor teu, eternamente

jorge@ntunes

2 comentários:

Anónimo disse...

Lindooooooo!!!Parabéns!!! Chegaste a plenitude do AMOR...desejo-te que este "AMOR" perdure por toda vida. Gosto muito de ti...és muito amável e querido.Confesso que tenho muito orgulho de deixar-te meu comentário...não quero fazer como muitos estão fazendo, lendo-te e saindo de mansinhos...qual a razão? Não se sabe.Inveja? Será? Deixa para lá...Avante!!!

Um abraço e felicidades mil.

Paula Raposo disse...

Sempre belo, Jorge! Beijos.

Related Posts with Thumbnails