quinta-feira, fevereiro 02, 2006

s.o.s



Escurece
e a solidão não apetece

queria partilhar esta lágrima
este suspiro
queria outra pele na minha pele
a sossegar este frio

queria quem me assoberba-se
este vazio

percorro cada canto do meu lugar
na escuridão busco um olhar
que me sorria

queria trocar um pensamento
por uma palavra que fosse
de uma voz amiga

queria um beijo terno
uma Primavera neste Inverno
que me arrefece a vida

queria não morrer só
nem ser depois de mim pó
sem um nome e sem guarida

queria ser amado
num sonho levado
num desejo sentido

queria, ao chegar
de qualquer longínquo mar
um doce porto de abrigo

sim!!!! Como eu queria!!!
Não ser mais a perdição
o desfecho deste dia...

jorge@ntunes

5 comentários:

Geminiana disse...

Oh!Meu anjo,perdoe-me,mas deixaste-me com as palavras entravadas no meu ser.Belissímo poema, porém muito melancólico.Já ouviu dizer que coração sangra? Então, é assim que se encontra o meu , ao ler-te.
Ânimo!! Força!!Tens tudo para vencer é só acreditar.Vc tudo pode naquele que te fortece.Pense nisso.
Um abracinho caloroso de quem te adora.

mar_praia disse...

"queria ser amado"

mas ser amado por quem amamos...

Jorge, mais um excelente poema!
E a foto está simplesmente divinal!

Beijo muito grande meu amigo e um abraço super-apertadinho!

Paula Raposo disse...

Os desencontros...amo quem não me ama, quem me ama eu não amo!! É. Acontece. Beijos. Bom fim de semana.

MEDUSA disse...

É... o amor tem destas coisas!
Bjo

Anónimo disse...

em silêncio, perdidamente a ouvir esta linda musica.

Related Posts with Thumbnails