quarta-feira, fevereiro 01, 2006

entre ti e o teu olhar



Ah!!! Quem me dera ficar
entre ti e o teu olhar
docemente, eternamente

a tua boca beijar
ao teu lado acordar
e adormecer novamente

ah!!! Fosse eu teu leito de amor
nos lençóis o teu calor
na tua pele a ternura

desejo moldado no céu
ao partires ser o teu véu
levar-te na minha loucura

ser teu escravo ser teu rei
ser por ti fora da lei
roubar-te as lágrimas, vende-las

colher de todos os jardins
rosas, sonhos, alecrins
trazer-te a luz das estrelas

jorge@ntunes

5 comentários:

Paula Raposo disse...

Sim?! E a luz das estrelas?! Beijos.

Paula Raposo disse...

Mais...desculpa. Gostava da outra música. Esta?! Nem por isso.

Anónimo disse...

Ah!!! querido,nada a dizer-te depois deste teu poema, só me resta sonhar, sonhar e sonhar.Amei!Quem me dera ficar entre ti e teu olhar... doçura de poema,quanta ternura, quanto amor...
Já sabes como estou me sentindo?
Feliz, Feliz por vc existir.Amo vc. Caso contrário, não estaria aqui a esta hora rsrs.Beijinhos c/ carinho
*Geminiana*


Ps:Gostei muito da música,lembra muito vc.

Cinara disse...

Que maravilha te reencontrar! As palavras, as quais não domino como ti, insistem em fugir em vez de descrever a emoção! Mais tarde, fiquei a ouvir as músicas da Mariza e a sonhar...
Espero te encontrar mais vezes, mesmo neste mundo virtual. Um dia, quiçá, os deuses permitam-me ficar "entre ti e o teu olhar/ docemente, eternamente", mon "prince charmant"!
Diáfanos carinhos d'além mar para ti...

MEDUSA disse...

Lindo como sempre!
Bjos

Related Posts with Thumbnails