terça-feira, junho 09, 2009

o peso da vida




Se alma tivesse
O peso que tem a vida
Nem um só homem
Se erguia

Seu corpo seria pedra
Agarrada à fundação
Teria o peso da terra
O pó da nossa ilusão

Se a alma é leve
Que me leve
Que me esconda
Quiçá na lua

Que o corpo é pedra breve
E a vida que se encarregue
De pesar na alma sua…

jorge@ntunes

1 comentário:

Flor ♥ disse...

Jorge,

vim agradecer tua visita no meu Interludio e apreciar teu blog com teus poemas tão profundos e belos...

Beijos e parabéns!

Related Posts with Thumbnails