sexta-feira, março 20, 2009

náufrago




Sinto o vazio cheio de coisas que sinto
todo o meu pensamento fervilha
por detrás do biombo, meu corpo
toda a minha alma conspira

todo o vazio peca de pouco
todo o silêncio ecoa
nos corredores do meu pranto
na lágrima que me povoa

um mar de coisas tantas
de tantas coisas sem mar
Nau que sou por este mundo
sulcando sonhos, sem navegar

náufrago que em terra sou
de um mar que só sonhei
porto seguro, despojado
de coisas que sinto e sei...

jorge@ntunes

1 comentário:

Filipa disse...

excelente .

Bjos

Related Posts with Thumbnails