sexta-feira, fevereiro 06, 2009

o vento que me levou





Dizem que o vento levou
O meu destino ao partir
E que o meu fado traçou
E que não lhe posso fugir

Dizem que sou algo estranho
Como se fosse pecado
Quando no fundo o que tenho
É esse vento do fado

E se o meu olhar se dispersa
Tanta vez assim perdido
Isso de pouco me interessa
Se vos faz algum sentido

Não sou apenas daqui
E daqui eu sou tão pouco
Sou de lugares que nunca vi
Sou um vento casto e louco

Podem rir
Podem partir
Podem até, nem mais voltar

Irei sempre poder dizer
Irei sempre assim escrever
O fado que me encontrar

jorge@ntunes

1 comentário:

M. disse...

o vento qnue leve tudo.
mas deixe ficar as palavras.

abraço

Related Posts with Thumbnails