terça-feira, fevereiro 17, 2009

o mar



Tenho na memória
Aquela velha estória
De um homem que partiu
Foi pela estrada fora
Deixando para trás a hora
O tempo que nunca viu

Foi ao encontro do mar
Que apenas ouviu falar
Que apenas sonhou sentir
Dizem que no seu olhar
Levava poemas de luar
Risos de nunca sorrir

Guiado apenas plo vento
O corpo. O pensamento
A alma que a voz lhe deu
Atravessou o mundo, sedento
Com fome de um firmamento
Um horizonte só seu

E um dia desgastado
Pelo sonho do passado
Pela saudade de chegar
Caiu aos pés do seu fado
Tocou a areia, e o seu retrato
E chorou ao ver que era ele… O mar…

jorge@ntunes

1 comentário:

http://toninha.abn.zip.net disse...

Belíssimo poema,uma imagem lindíssima.Adorei!Parabéns!

Beijinhos:)

Fica na Paz!

Related Posts with Thumbnails