quinta-feira, dezembro 25, 2008

círculo




Respiro o ar que me circunda
Eu sou o ar
E o círculo que me inunda

Tudo é uma imensa circunferência
Uma redonda existência
Um respirar

Tudo tem a forma
Redonda
Do ar

Eu não existo
Coexisto apenas Ser

De respirar
O que penso pensar
Enquanto houver círculo
Enquanto houver ar

Que me respire
Este viver

Desde o redondo ventre
Redondo como o mundo que habito
Redondo como a rotação do tempo

Respiro o ar que transpiro
Redondo como o infinito
Círculo vago, linear
Da forma que tem o vento

jorge@ntunes

2 comentários:

@lexis disse...

no círculo do meu relógio
vejo os ponteiros rodar
até aquela hora em que chegas
essa é a forma perfeita
do redondo do meu mundo
e deste meu esperar por ti...

kiss

Paula Raposo disse...

Gostei deste redondo tempo...

Related Posts with Thumbnails