quarta-feira, novembro 12, 2008

instante




Por um instante
Num tempo distante
Encontrei-me

Perante o distante
Do instante
Temporizei-me

Raro de me sentir

E o que vi não foi luz nem negrume
Não foi gelo nem lume
Nem matéria ou ausência

O que era, sabia a sonho, ao ouvir

E na boca ficou um travo
Misto de flores e sangue
De espinhos e de cetim

Turbulência!!!

Apenas por um instante
Senti-me perto e distante
Senti-me por fora e por dentro

Do sonho, do instante, do tempo…

E nesse instante dentro do outro que senti
Soube que não havia volta
E não mais parti…

jorge@ntunes

1 comentário:

@lexis disse...

Para te sentir parte de mim,
Sentir o teu gosto na minha boca,
Chega um instante ...
Para dizer tudo o que sinto,
Sentindo tudo o que digo,
Um momento será o bastante ...

Beijo-te por um instante
E continua a saber a princípio!

Amo-te muito

Related Posts with Thumbnails