quarta-feira, outubro 01, 2008

abre-me o sonho *




“Abre-me o sonho”
Que eu estou fechado em mim
No sonho, na vida, no inicio
No fim…

Abre-me a alma e o corpo
Tem piedade de mim
Como quem perdoa o louco

Abre-me o sonho
Que o acordar é medonho
E não me sabe a ti

Acorda-me o tempo sem dono
Que se me perde no sono
De não me ter nem aqui…

Tu sabes!
E se não sabes, sabes
Que nem eu sei
A que me sabe
Teu ventre

Ele é sonho que me abre
O desejo, a vontade
O corpo, que a minh’alma sente

Quanta loucura!!!
Quanta ternura!!!
Neste momento vazio

Sabe-me teu beijo, a procura
Desejo que me perdura
Como terno calafrio

Abre-me o sonho!!!
Ou fecha-me de vez
Este que sou, de talvez
Não ter sido coisa alguma

Tantas vezes te chorei
De sonhos em que te amei
Tantas, tantas…
E és só uma…

E tu afinal, só és
Este que cai a teus pés
Este, que te sonha em cada sono

Que bate à porta, e te pede
E te sussurra de leve:
- Meu amor, abre-me o sonho!...

jorge@ntunes


* "abre-me o sonho..." FERNANDO PESSOA

1 comentário:

http://toninha.abn.zip.net disse...

Belíssimo!Tuas palavras deixam-me emocionada.
Encantada como sempre.Parabéns...lindo demais.

Beijinhos cheios de carinho :)

Fica bem..fica na Paz!

Related Posts with Thumbnails