quarta-feira, agosto 13, 2008

preciso teu rosto, teu olhar





preciso

Preciso de ti
Por me precisar

Ou nem isso é preciso
E o que preciso em verdade
É precisar de ti
Por saudade


Saudade de precisar
Um improviso
Dos teus sonhos
Que preciso

Preciso de ti
Porque ontem morri
Sem te ter

Preciso de ti
Porque hoje
Não quero morrer

…Nem precisar de ti…

…Eu preciso…


......................


teu rosto

Pergunto a quem passa
Teu rosto e a graça
E qual a tua rua

Que a tua morada
É-me inacabada
…Ás vezes na lua…

E ninguém me diz
Se vou ser feliz
Se ainda encontrar

Teu rosto, e a graça
No sonho que passa
De tanto sonhar…


......................

teu olhar

Ainda não sei
Se só acordei
Ou acordei só, de ti

Não sei se chorei
Teus olhos que amei
Ou se neles sorri

Pergunto a quem passa
Teu rosto e a graça

E nem sei se morri

Ás vezes na lua
Sonho-te nua…

Nesta saudade

De precisar de ti…

jorge@ntunes

3 comentários:

@lexis disse...

Preciso de ti ... Mais do que de mim!

Anónimo disse...

Hoje,em especial,não vou comentar sobre o poema,palavras pra que?
Hoje,quero agradecer a vc de todo meu coração,por permitir que eu te acompanhe,durante todos estes anos.Posso te dizer que é um privilégio, um imenso prazer, ler tuas doces palavras...Amei!
Uma chuva de bençãos para ti!
Adoro-te... Meu Anjo Amado!

Fica na Paz!

Beijinhos no teu coração :)

Anónimo disse...

Versos poeticos são como flores,enchendo de cores
os olhos de quem os lê...
Dá mais vida à vida,
fazendo da vida uma poesia,
com uma poesia na vida...
Amando amar com amor,
poetando com amor uma poesia,
uma poesia para um amor amante...
Bjs

Related Posts with Thumbnails