terça-feira, julho 01, 2008

S.....deROSA




Talvez teu olhar
seja o fundo do mar
um profundo segredo

talvez teu acordar
seja algo por inventar
um fugir do medo

Talvez esta incerteza
seja um grito do poema
um conto de fadas

talvez a certeza
não te pertença
e seja a dor que falas

quando choras
lá dentro
e o sorriso
é só um eclipse
do vento
oculto na multidão

quando devoras
sem senso
o momento preciso,
o lamento
revelado solidão

De resto, não te conheço
sei que és do mundo
a que pertenço.
Isso tem de me bastar...

O mundo é uma pedra por atirar
e nós, o espaço físico
onde embaterá um dia
a razão do arremesso

Talvez o teu olhar não seja nem teu
talvez...

Porque o talvez
tem o valor do nada

Talvez sejas tu apenas...
a sentir, a ser...
a existir
acordada...


a uma amiga... parabens

jorge@ntunes

1 comentário:

Paula Antunes disse...

Parabéns para a amiga...

Não é para todos ter um poeta a fazer assim uma homenagem.

Beijos

Related Posts with Thumbnails