domingo, fevereiro 10, 2008

sombras




Podem lá os céus sentir
A minha alma a partir
A minha sombra a ficar

Podem lá os mares carpir
Tanta ilusão a sucumbir
Derradeira de um olhar

Pode lá alguém saber
Se entre cada morrer
Será vida o que aqui sinto

Pode lá um dia assim
Ser tantas vezes o fim
Que não quero mas consinto

Ah memória!
Que me escreve a estória
Em tantos caminhos

Ah vã glória!
Que me aponta a hora
De tantos destinos

Dividido em dois
Corpo e sombra
Sem depois

Do antes ou do que virá


Bem-me-quer
Mal-me-quer
Eu mesmo
Quiçá...

Posso lá saber...

jorge@ntunes

2 comentários:

Travel Information disse...

Nice post, its a really cool blog that you have here, keep up the good work, will be back. Here's my little site I'm gonna blog about Travel Information

Geminiana disse...

Oh Deus!Um ser com esta idade,este talento,esta beleza,não pode viver triste e descontente com a vida.Tens que parar com esta tristeza,este pesadelo.Busque no seu íntimo forças e esperança para recomeçar uma nova vida e curar este desânimo.Estou torcendo 24 hs por vc.Eu, só quero que você seja feliz...mais nada.Gostei!Apesar de triste.

Mil beijos carinhosos :)

ADORO-TE!

Related Posts with Thumbnails