sexta-feira, janeiro 11, 2008

lua poema





Amante da lua
Que a lua deseja
Que lê de memória
A folha que beija

E em cada beijo
Um verso se esconde
De um poema eterno
Correndo da fonte

Na margem de um sonho
O rio descansa
E ao longe o mar
Imenso de esperança

Reflecte-se na lua
Imagem nua
Um assoprar peregrino

Nas vagas do tempo
Gaivotas de vento
Voam sem destino

Amante da lua
Da lua poema
A viver na lua
A lua em poema...

jorge@ntunes

2 comentários:

alexis disse...

lua... essa eterna solitaria com quem todos nos falamos,essa que ouve e nao responde nao critica simplemente ouve,lua... se todos podesemos ser ela que bom que seria.jokinhas da tua fiel amiga.
todos os dias fico mais faxinada.p.

Geminiana disse...

Uauuu!Quanta exuberância desta lua.
Um poema sensual,romântico,sedutor que muito me emocionou.Belíssimo!Que mais posso dizer? Parabéns!És o máximo!

Um abracinho do tamanho da lua!

ADORO-TE!


Tenhas um fds feliz e de Paz!

Beijinhos no coração:)

Related Posts with Thumbnails