terça-feira, outubro 09, 2007

gajeiro





Gajeiro, Gajeiro
Que sonho acalentas?
Enquanto vigias
Almas e tormentas?


Diz-me marinheiro
Que te diz o mar?
Nesse silêncio
Ao ver-te chorar?


Gajeiro, gajeiro
Que vigias tu?
Saudades da Gávea
No mastro já nu?


Diz-me marinheiro
Que não vais desistir
Se ainda há em terra
Quem te faz sentir


Gajeiro, Gajeiro
Que na noite vela
O branco da lua
No céu que o leva


Diz-me marinheiro
Se ainda queres voltar?
Ainda tens forças
Pra vencer o mar?

jorge@ntunes

3 comentários:

Geminiana disse...

Oh!Simplesmente MARAVILHOSO!Fico encantada com este teu cantinho,aqui é um PARAÍSO! AMEI!
És um grande Poeta...ADORO-TE!

Beijos meu querido:)


Um fds feliz e fica na Paz!

Anónimo disse...

muito bom, sem margem de dúvida...
Tens melhorado imenso...

CM

Marta disse...

a poesia é linda, mas eu 'tou brava com você, que some assim sem dizer nada...ai

Related Posts with Thumbnails