segunda-feira, setembro 24, 2007

porque...


Porque estou só
E porque só estou, o que sempre me senti
Estou somente só
Só, e não outra coisa alguma, sou só aqui

Hoje estou só em mim
Ontem, até de mim estava só.
Porque estou só, penso assim
Como quem pensa apenas, só

Há por vezes na minha solidão uma ausência
Há também em mim uma solidão que por vezes se ausenta
Apenas para voltar mais imensa, e só
Que dos meus vazios se alimenta

Porque estou só
Escrevo os meus medos
Os vagos espaços do meu pensamento
Porque estou só
Recordo-me no vento
A tocar-me brisa dos meus segredos

Sou isto, e isto é nada...
É silêncio, cinzas e pó
Aqui não sou sequer eu
Aqui, sou eu, eu só...

jorge@tunes

7 comentários:

Marta disse...

Que trabalho esse texto hein?! Mas bem que ficou bom essa imagem + esse texto, valeu ; )
Bem, acho que esses seus poemas andam muito tristes...
Espero que seja só um eu-lírico falando...

Adoro você, gracinha (eu ia ezcrever outra coisa, mas você ia querer me bater he he) : )

Marta disse...

Céus o que foi aquele z lá em cima???!!!

Geminiana disse...

Meu Anjo Amado,devo dizer-te mais uma vez que cada dia que passa sou surpreendida por ti...tuas palavras são sublimes...escreves de forma magnífica.Amei!Confesso que não vou ficar triste, pq te conheço. Você é um Grande Poeta e como tal é também um grande fingidor... (risos)

Lembre-se que ÉS MUITO ESPECIAL!

Deixo-te meu carinho e fica na Paz!

AMO-TE:)

Anónimo disse...

No meu quarto,
na solidão efémera desta noite,
abro os braços
à sombra dos objectos,
à penumbra do meu corpo
e sinto-te aqui.
O espelho reflecte-me,
esboça-me um sorriso no rosto...
Tu vens, eu sei
Juntas-te ao meu corpo
e apertas-me, abraças-me...
Deposito suavemente
um beijo nos teus lábios
que chamam o meu nome
e falam do sol, da terra, do mar,
da vontade que trazes
para me levar d'aqui...
...No meu quarto,
na solidão efémera desta noite
em que não te esqueci,
sinto-te mais até,
um pouco mais dentro de mim..

su disse...

Entre as paredes da solidão encontramos o fundo da nossa alma. Somos o espelho, a imagem e o corpo que se espraia nas palavras que abandonamos fora de nós mesmos. Por isso, nunca estamos realmente sós...

Geminiana disse...

Mon Amour!Estou passando para te deixar doces
Beijinhos em teu lindo
`·.¸
(.·´
*´¨)
(`'·.¸(`'·.¸ ¸.·'´) ¸.·'´)¸.·'´)
«`'·. ? Coração!!! .·'´»(¸.·`?
(¸.·'´(¸.·'´ `'·.¸)`' ·.¸)

AMO-TE :)

Paula Antunes disse...

Tu não estás só...eu estou aqui.
Beijokas

Related Posts with Thumbnails