quarta-feira, setembro 26, 2007

poema no horizonte


Não partas já
Nem nunca...

Já é tarde...

Vai dormir...

Repousa a tua alma no sonho...
Amanhã virá sol ou chuva
Não importa
Virá algo
Que ainda amas...

Une todas as lágrimas
Em tuas mãos...

Inventa um mar...

Embala o medo
No teu olhar...

Não padeças agora...

Ali na frente uma gaivota
Desenha a linha do horizonte...

Depois dela um porto...

Vai lá...

Ali... Ao alcance da tua Nau...

... Quiçá...


jorge@ntunes

2 comentários:

Marta disse...

Uau!
adorei!
demais!
muuito lindo!!!!!
nem sei fazer um comentário mais decente... só digo que achei lindo

muitos beijos pra você

Geminiana disse...

Belíssimo!Parabéns!Sempre que aqui venho,meu coração estremece de emoção...pode acreditar.Fico encanta com teus poemas!Só posso te desejar que continues assim com toda esta inspiração!Adorei!

Um forte abraço e doces beijinhos:)

Fica com Deus!MEU RAIO DE SOL!

Related Posts with Thumbnails