quarta-feira, abril 26, 2006

fala-me de ti



Fala-me de ti
Não me digas o que já sei
Teu nome é perfume de flor
Do teu corpo sei tudo o que nele amei

Fala-me de ti
Conta-me o que ainda não sei
Conta-me a tua alma
O teu ser plo qual ainda não pequei

Fala-me de ti
Diz-me o que ninguém, nem tu sabes
Diz-me
Os sonhos em que não cabes

Fala-me de ti
Diz-me em palavras, em um poema
As rimas dos versos em que soa
A melodia do teu dilema

Fala-me de ti
Diz-me quem és
Por detrás desse olhar
Que me sorri

Fala-me de ti
Cala em mim esta incerteza
Tu não és nem podes
Ser uma certeza

Fala-me de ti
Para que um dia possa
Dizer
Que te amei...
...E conheci...

Fala-me de ti
Antes do fim
Diz-me quem és

E depois, para todo o sempre,
Cala-te...
...Em mim...

jorge@ntunes

3 comentários:

Ana P. disse...

Para um grande poema, uma grande resposta....

Beijos aos dois

Geminiana disse...

Fala-me de ti...a saudade é grande demais.Doces beijinhos :)

Geminiana

MEDUSA disse...

Lindo, lindo, lindo!!!
Por aqui passei para te ler e deixar um beijinho.
Voltarei... tu sabes que sim!

Related Posts with Thumbnails