domingo, janeiro 29, 2006

sede



Encontrei a luz do dia
no brilho do teu olhar
foste desejo que em mim ficou
da nossa noite, ao acordar

das nossas bocas, os beijos e os suspiros
deambulam ainda nos nossos corpos molhados
nossas mãos que se tocam, trémulas
queimam ainda de prazeres salgados

do prazer supremo do acto
resiste ainda o odor
entranhado em cada canto
no encanto do nosso amor

ver-te assim, recolhida em mim
envolvida no meu corpo
como quem se entrega pura
alma de um todo

faz em mim renascer
o desejo de te ter
e de novo nos aprisionamos
sedentos de prazer

e em novo auge
os meus olhos redigem
poemas em murmúrio
e como ontem, hoje, sempre,
te tomo virgem

jorge@ntunes

4 comentários:

Paula Raposo disse...

E porque ontem foi sábado e hoje é domingo...eu passei por aqui e parei...Beijinhos.

Zecatelhado disse...

E a festa foi bonita pá!

Um bração do
Zecatelhado

Anónimo disse...

Fantástico!!!O amor é lindo!Estás no caminho certo.Jamais barrar as emoções.É abrir o coração e deixar o amor transbordar.Parabens!Sabes que quero te ver feliz e c/ a alegria estampada no rosto.Amei!
Deixo-te um beijinho doce.Anjo meu.

lazuli disse...

Ver-te aqui com essas belas palavras e colá-las á pessoa que conheci, é uma delicia, Jorge.
Gostei muito!

Beijos da fernanda G.

Related Posts with Thumbnails