quinta-feira, janeiro 26, 2006

purificação



Quando à noite me dispo para ti
desnudo a alma, a mascara cai
no leito que nos espera, tudo permanece
tudo começa, tudo se vai

e nas carícias que trocamos
o nosso olhar perfumamos
com desejos que se acendem

nossos corpos misturados
nos lençóis imaculados
nos suspiros que não mentem

dizem uma verdade só
uma jura consumada
um grito supremo de prazer...

...e depois...
e depois de nós...
mais nada

jorge@ntunes

8 comentários:

Anónimo disse...

Belíssimo!!! Como é bom caminhar ao teu lado.Sabes que tb sou uma eterna sonhadora...Continue assim.
Teus poemas me fazem renascer.O quadro foi muito bem escolhido.És um grande Poeta.Beijinhos e ficas na Paz.

Paula Raposo disse...

E depois de nós nada...é isso. Hoje passei aqui.

Neith disse...

Meu querido Jorge este teu poema está simplemente .... sublime!! Um beijo enorme :))

Filipa disse...

Gostei , deste e dos outros poemas que escreveste desde q nao visito o teu site , mas deste ...em especial !
E a musica tambem tem uma letra linda ... ;)

Espero que esteja tudo bem contigo e á tua volta ...

Jinhos

☆Fanny☆ disse...

Sempre passeio por este universo de poesia...gosto de te ler.

Um beijinho*

Fanny

lena disse...

muito bem escrito... gostei imensamente!

- beijos da tua fan de outro pais ;)

Ana P. disse...

Eu sei quando cá voltarei....
Sempre que quiser contemplar sentimentos imaculados que estão escondidos no fundo de meu coração
Adorei

Com carinho
ANa

sendyourlove disse...

Muito, muito belo...sensual
Bjs
Beta

Related Posts with Thumbnails