quarta-feira, janeiro 11, 2006

cegueira



Hoje acordei incapaz de ver
ceguei os sonhos para não sofrer
tacteai a medo o vazio
abracei-me desse frio
mas não!!! Não pude esquecer

tropecei na minha vida espalhada
pelo chão do quarto sem nada
abri a janela, não vi
o dia que não sorri
o dia que mais me falta

vesti-me de lamentos já gastos
tomei caminhos insensatos
vagueei sem norte ou sorte
dei-me de bengala e de morte
nas mãos de Pilatos

fui ceguinho de mim
entregar-me ao destino
por fim

jorge@ntunes

2 comentários:

Paula Raposo disse...

Há dias assim. E, por vezes, nem ao destino nos conseguimos entregar...beijinhos

Anónimo disse...

Amor meu, todos nós atravessamos dias alegres e tristes, mas temos que lutar para sermos felizes , mesmo assim.Quero dizer-te que se não está feliz,liberta-te.Solte as amarras,algemas, correntes e lute pela tua liberdade...Então seras feliz.Se não conseguir, peça ajuda a Jesus, foi pra isso que ele morreu na cruz.Fica na paz e faço votos que em breve vc esteja pensando mais positivamente. Vc tem tudo e um pouco mais para ser feliz, pense nisso. Um beijinho doce da tua eterna admiradora.

Related Posts with Thumbnails