sexta-feira, setembro 04, 2009

reminiscência

DALI

Disponho do meu corpo o que dele
A vida, por esmola me concede
A alma, essa, desprovida de polpa e pele
Nem o tempo a tocá-la se atreve

Sorri apenas… E espera…
Sabendo que ao levar-me o corpo
Me perco dela…

jorge@ntunes

2 comentários:

Aмbзr Girℓ ⅞ disse...

vida corpo e alma...

harmonia entre tres elementos.



Blog Suicide Virgin

Dalva disse...

Essa alma tão fugaz... e esse corpo tão voraz!

Lindos versos!
Bjs.

Related Posts with Thumbnails