quarta-feira, junho 17, 2009

o longo caminho do longe




O longo caminho do longe
Estrada desatenta e sombria
Para quem longo o caminho vai
Para quem longe o caminho fica

Atalhos hão, tentadores
Cantos pragmáticos de ninfas
E o longe fica tão perto
De ser mais longe do que o sintas

O longo caminho do longe
Encurtado pela vida
Passa breve na retina
Da estrada desatenta e sombria

São apenas moinhos!!!
O vento os fustiga!!!
Pequeno o destino
Que o sonho transpira

O longo caminho do longe
A teus pés, e tu nas nuvens que passam
Ao longe do teu caminho
No longo abismo que cavam

E se uma mão se estender
Por não seres louco sozinho
O longo caminho do longe
Pode nem ser o caminho…

jorge@ntunes

3 comentários:

@lexis disse...

vejo que o caminho é longo
e sinto a tua mão na minha

vejo as pás dos moinhos a girar
e sinto o vento na minha face

vejo que a dois é mais fácil
e sinto que "ali" é "já aqui"

Äмbзr Gïrℓ ⅞ disse...

quem há de questionar a caminhada?

lindos teus versos...

Blog Suicide Virgin

Poetíssima disse...

AMEI!

'Pode nem ser o caminho..'

Esse poema é magnífico!

Poetíssima
www.soirild.blogspot.com

Related Posts with Thumbnails