quarta-feira, julho 23, 2008

palavras que calo




Calo-me
as palavras magoam sempre alguem
não porque as palavras magoem
mas poque magoam ditas por quem as diz
calo-me
e faço alguem feliz

Incoerente ou não, calo-me com palavras...

Sigo calando os gestos
sigo calando a permanência física
sigo calando a existência
sigo calando quem me siga

Calando sigo
os passos que seguem o pensamento
sigo calando
os meus poemas de vento

Calando sigo
o que consigo...

Calo-me
difundindo como eco a virtude
de quem não cala o que sente
mesmo quando se cala
definitivamente...

jorge@ntunes

2 comentários:

@lexis disse...

Silêncio gritante de palavras pressentidas e não ditas por constantemente evitadas. Salvé o poeta que diz mais com o silêncio que aquele que cultiva a arte de muito falar sem nada dizer!

http://toninha.abn.zip.net disse...

Gostei da imagem,vou salvá-la,na minha pasta de imagens,quem mandou vc ensinar,hehe.Aliás, ensinaste-me muitas coisas, uma delas,jamais esquecerei,vai ser eterna.

Um feliz e alegre fds.ADORO-TE:)

Beijinhos...fica na Paz!

Related Posts with Thumbnails