sexta-feira, setembro 23, 2005

um olhar...


E se a noite te abraçar
fria e escura sem olhar
esses olhos que não cedem
olha lá no cimo a lua
tu és dela e ela é tua
na eternidade se perdem

E se o vento se agitar
e ouvires ao longe o mar
revolto de não te ter
deixa que o dia aconteça
que o medo não te pertença
que não te deixes morrer...
jorge@ntunes

3 comentários:

Paula Raposo disse...

Adoro os teus poemas...Beijos

Um Olhar Sobre... disse...

:) Gostei muito!

Silêncios disse...

"...
deixa que o dia aconteça
que o medo não te pertença
que não te deixes morrer"
os teus versos a ti dedico.
Gosto muito de ti

Related Posts with Thumbnails