quinta-feira, novembro 17, 2005

musa




Cálidas mãos que me tocam
que afagam esta vontade de ti
docemente, loucamente
que em vida eu jamais vi

e no meu olhar deitado
sobre o teu peito sagrado
um lume se acende em mim

beijo o teu corpo molhado
deste amor em nós calado
desta vontade sem fim

e a teus pés ajoelhado
rendido à imensidão
de toda a tua formosura
na forma da minha paixão

eu faço aos céus uma jura
ser os dias de candura
nas noites em teu coração

jorge@ntunes

4 comentários:

☆Fanny☆ disse...

Eu sabia que se viesse aqui me encantaria...lindo demais!

Um beijinho
*Fanny*

MEDUSA disse...

É...isto tem um nome...paixão!!

Anónimo disse...

Querido,confesso que meu coração está quase explodindo de emoção ao ler este teu poema...Desculpe, mas vc sabe o quanto eu te admiro,vc não só está encantando como tb destruindo corações.Muito lindo!!!
Adorei!!! Beijinhos e até breve.
Geminiana

Silêncios disse...

Um poema de amor verdadeiramente lindo...
Fica um beijo

Related Posts with Thumbnails