quinta-feira, novembro 09, 2006

pedras



Eu não sou valente
Não tenho força para desviar ou guardar as pedras
Que me atiram
Sou a pérfida imagem do herói
Sou o que na guerra é derrotado
E que extenuado ainda mais se destrói

Não tenho a força, a fêvera
Não, não é corpórea a minha força
É inglória é metafísica
É a suave ideia dos filósofos
A eterna vitoria
Sempre perdida

jorge@ntunes

4 comentários:

Paula Raposo disse...

As pedras que nos atiram são mesmo uma das chatices!! Mas, convém desviarmo-nos a tempo...beijos, bom fim de semana.

Geminiana disse...

Meu anjo,é inacreditável que alguém tenha feito tamanha injustiça contigo.Desculpe-me,mas com certeza este alguém não te conhece... mas não se deixe abalar com estas perversidades.Téns sempre alguém que pensa diferente e acredita em ti.Perdoe estas pessoas , pois é o modo mais sublime de um ser humano crescer.És um Anjo e tens força e um poder irresistível de nos emocionar.Esquece tudo e segue em frente confiante ok?

Beijinhos no teu coração:)

QUE JESUS TE PROTEJA SEMPRE!

ADORO-TE

Geminiana

Geminiana disse...

Meu querido,mil desculpas,mas foi a única maneira que encontrei para expressar oq estou sentindo.

(Saudades de Você)

Hoje estou te enviando esta mensagem,
mas desta vez é diferente de todas as outras anteriores.
Sabe por quê?
Pois hoje senti tanta saudade de você que chorei olhando para sua foto...
e choro ao lhe escrever esta mensagem.
Sei que está distante e que há pessoas mais distantes que você,
mas para mim você está tão longe neste momento, que nem pode me ver chorar...
Mas sinta por esta mensagem que choro de saudades suas,
por não poder te abraçar agora, por não poder te ver, nem sorrir e nem chorar...
Mas TE AMO tanto que as lágrimas confortam a imensa saudade que sinto de você.

Um forte abraço mesmo que a distância.

ADORO-TE :)


Geminiana

Allegro Ma Non Troppo disse...

Quando nos atiram a primeira pedra, dói. Somos apanhados de surpresa....e dói....fundo...
Da segunda não estávamos à espera. A 1ª já tinha sido tão dolorosa! Qual o objectivo da 2ª! E dói mais fundo....
Depois a 3ª, a 4ª e por aí fora....
Às tantas ficamos duros, uma carapaça...uma máscara moldada pelas pedras q a vida nos atirou...
Na memória a surpresa da 1ª pedra recebida e o desgosto da 2ª.....
O desalento perante todas as outras. O conformismo? Não sei...

Related Posts with Thumbnails