terça-feira, outubro 24, 2006

nós?



Entre nós a voz
Do silêncio
Entre nós o eco
Da ausência

Sobre nós o céu cinzento
Sobre nós a chuva
Intempérie sem reminiscência

Por nós, nem o tempo
Por nós, nem o vento
Levado em um pensamento

Contra nós, o momento
A inércia que se inventa


Guardado na gaveta
O sonho
Imposto o pesadelo medonho
Que resta?

A recordação
O passado morto
O sorriso sem rosto
A demência,

Vincada em fina aresta
No gume da lâmina
De um louco ciúme
Por se querer sem se ter
Ou ter, e não se querer

Eleva-se assim falso lume
Julgando-se poder ser vida
Sem ter chama

jorge@ntunes

4 comentários:

Anónimo disse...

Um bonito poema, apesar de passar uma tristeza imensa nas tuas palavras.Parece-me meio desapontado, desiludido,magoado, enfim, com os sentimentos desgastados.O que acontece?Desapareceu a magia...o encanto dos momentos alucinantes?O Sólido"AMOR" não resistiu?Lamento, mas que posso fazer? Só tenho uma coisa para te dizer, mereces ser feliz, muito feliz.Meu querido,segue em frente, escuta a voz do teu coraçãozinho, acredite nesta força interior que existe em vc...enxuga as tuas lágrimas e esqueça oq passou. VIVA...VIVA...pois és muito amado.Acredito muitoooooooo em vc.

Um beijinho com muito carinho :)

"JESUS TE AMA E EU TB"

Geminiana

Anónimo disse...

Ora muitos parabéns!
Até que enfim, não devia era ter começado...
Chora, mas não tenhas mais pena de ti...
Ergue essa cabeça e avança...a vida é aquilo que fazemos dela, se gostamos do papel de coitadinhos, seremos isso para o resto da vida.
Enche-te de coragem...uma mulher é só mais uma no teu extenso rol...virão outras...quem sabe não aparece por ai a tua verdadeira metade.
Este é um momento de viragem, agarra-o não o desperdices...faz alguma coisa por ti, sê ambicionso com a vida.
Muitas felicidades...de quem realmente se preocupa...

Mas não sou a maluca lá de cima.

Anónimo disse...

Passou uma maluca aqui e te deixou esta Trova.
(Desconheço o autor)

**RECADINHO**







Te mandei, um beijo no vento
Uma lágrima na chuva
Um sorriso no sol
Um carinho no pensamento ...

Gostou??????

Então, abra sua janela
deixe o vento passar
roçar o seu rosto
e o beijo te dar...

Pegue as gotas da chuva,
separe as lágrimas
com jeitinho,
guarde com carinho,
não deixe evaporar...

Deixe o meu pensamento
com suavidade atravessar o seu,
te dizer boa noite,
durma com Deus...

Amanhã bem cedinho
o meu sorriso
com os raios do sol,
até você vai chegar...
pode pegar...

Para te aquecer,
e dizer que te amo,
mando um beijão...
de coração...
pra coração...

Mil beijinhos e ficas na Paz:)


Geminiana

Paula Raposo disse...

Gostei imenso deste poema!! Beijinhos, bom fim de semana.

Related Posts with Thumbnails