quarta-feira, outubro 19, 2005

à espera de ti



Às vezes sento-me aqui...
nesta pedra fria e escura
olhando o infinito
infinitamente à procura

o mar vem beijar esta pedra
dias, anos, eternidades
tal como eu, sentado nela
por ti espero, de saudades

e nem o céu que me cobre
a lua que me comove
ou o sol que me alumia

me fazem esquecer de ti
e às vezes sento-me aqui...
à espera de ti... um dia...

jorge@ntunes

4 comentários:

Anónimo disse...

Adorei!!!Não tenho palavras para expressar a blz dos teus Poemas.
Só quero te dizer que me comovem
muito...Vou repetir oq dizeste, nada vai fazer te esquecer...Estou a espera de ti...Um dia quem sabe?
Beijinho c/ muito Amorrrrrr
Geminiana

Paula Raposo disse...

Lindo como sempre!! Sempre...e um dia...quem sabe...o amor aparece! Muitos beijos, Jorge, a música é maravilhosa

gnose disse...

Talvez te sentes e esperes por um sonho muito além da realidade...e isso realmente é sonhar... Mas como todos os sonhos,este também tem grandes possibilidades de nunca cruzar as nossas vidas...

Aromas Do Mar disse...

Um dia da pedra nascerão lirios brancos e ela descalça seguindo os trilhos do sonho e da esperança, chegará :)

Beijo

Related Posts with Thumbnails