terça-feira, maio 24, 2011



Aqui, em modo de pausa vejo que o mundo avança
Percebo no seu olhar a criança
Olhar que já não tenho
Talvez ainda existisse esperança
Não fosse a minha herança
Um fado estranho…

Agora vou…
Vou pausar a pausa
E voltar atrás…
Agora vou…
Demoradamente
Ser somente
O que for capaz…

POETIK

6 comentários:

Anónimo disse...

...seras certamente capaz de muita coisa... basta acreditares, em ti na vida... e se for preciso voltar atras, volta....mas o caminho é em frente. Bjo

Geminiana disse...

http://youtu.be/Z8XbzetO-s0


mil beijinhos:)

Geminiana disse...

Meu querido e admirável poeta,a foto está linda e teus versos tb.AMEI!!!

Saudosos beijinhos


Geminiana:)

Emoções disse...

Poetas, não se intitulam apenas poetas...
São seres estranhos, diferentes.
Possuidores de melancolia pungente
Nascem com o dom das palavras

A maldição do sentir extremado
Do sofrer demasiado
Do viver o sonho de amor
Com lancinante e extrema dor

Não sabem amar suave e sereno
Amam com todo o âmago, ao extremo.
Dedicam-se assim, por dias, noites,
Meses e anos sem fim

Mas como a vida é feita de escolhas
E na indiferença, na troca, sentem o desamor,
Mesmo compondo os mais belos versos
Inspirados que estão em seu espírito sofredor

Optam por parar de querer,
O que jamais poderão ter.
E como suas almas são predestinadas,
A escrever, escrever e mais nada,

Buscam nova inspiração,
Novas rimas, outra canção.
O poder do amor, um novo alguém,
Uma nova jornada!

Insana disse...

Estava com saudades de suas palavras, meus dias sem ter o que dizer me tirou ate gosto por ler. mais volto e aos poucos recupero o que perdir..

bjs
Insana

Geminiana disse...

Se tu choras por ter perdido o sol, as lágrimas te impedirão de ver as estrelas.
Antoine de Saint-Exupéry

Saudades...Saudades...Saudades...

Beijinhos recheados de carinho:)

Geminiana

Related Posts with Thumbnails