segunda-feira, outubro 11, 2010



Às vezes, quase real
Quase tangente, quase sonho
Quase lume, quase sede
Às vezes, quase medonho


Quase Adamastor
Quase mar, quase indolor
Às vezes, quase nada


Quase amor
Quase mulher, quase flor
Às vezes, pedra na estrada


Às vezes, gesto parco
Quase luz, quase retrato
Quase vida, quase tudo
Às vezes, quase fado


Quase história
Quase morte, quase vitória
Às vezes, quase vento


Quase memória
Quase destino, quase glória
Às vezes, coisas do tempo…

POETIK


I PRÉMIO DE POESIA jorge du val 2010
DIVULGUE e PARTICIPE!!!

Mais informações
CLIQUE AQUI www.poetik-jorgeduval.blogspot.com

4 comentários:

Valéria Sorohan disse...

Honrada com sua visita. Pena o quase não fazer histórias.

BeijooO*

Encantadora de Abelhas disse...

Aaaaah... Que seja, não um quase!
Mas bem dito, sempre lindo!
Boa segunda, amigo querido,
Bj!

Insana disse...

Digo que é perfeito.

bjs
Insana

@lexis disse...

quando tem tudo, é assim mesmo... parece quase um nada!

Related Posts with Thumbnails