segunda-feira, setembro 27, 2010




Um sonho mais
Mais um dia que passou
Lá fora

Uma noite que se esconde
Na madrugada
Dessa hora

Hora imprópria
Hora morta
Sem sentido

Nesse poema
Que às vezes surge
Neste meu grito

E tudo mais é só um dia
Um sonho mais que não sabia

Na hora da verdade
O que fica é saudade
É outra vontade de ti
É um sonho mais, quem sabe
Um dia mais que não cabe
Na madrugada que jamais vi


O tempo manda
Que ouça a voz desse vento
Lá fora

Um vento que se esconde
Na incerteza
Dessa hora

Hora exagerada
Hora louca
Sem sentido

Nesse verso
Que às vezes teço
Neste meu grito


E tudo mais é só um dia
Um sonho mais que não sabia

POETIK

2 comentários:

Insana disse...

Que hora é esta..

bjs
Insana

Mikas disse...

Um sonho mais...

Lindo, adorei o sonho!

Related Posts with Thumbnails