terça-feira, setembro 18, 2007

olhar


Vivo do que o vento me traz
Do que as nuvens me deixam tocar
Vivo das vidas que sinto sentir
Que se esboçam no meu olhar

Passeio no tempo, a ele preso
E cada segundo é perpetuamente diminuto
Alheado vou da eternidade
Toda ela imago do primeiro minuto

Não sei do amanhã
Não sei sequer se existe
Tudo para mim é o instante
Em que o todo subsiste

Vivo do vento abstracto
Que me sopra o pensamento
Que me guia no aturdir

Vivo do vento passado
Agora brisa de um momento
Que teima já em partir

E quando só me acho
No vácuo que os sentidos me nega
Olho de lágrimas o horizonte
Morro do que o vento me leva


jorge@ntunes

3 comentários:

Geminiana disse...

Ol� querido!Adoro te visitar,sabes bem que Amo tudo que vem de ti, mas confesso que estou meio t�mida para dizer qualquer coisa,pois tenho certeza que existe pessoas visitando o teu blog, e n�o deixam coment�rio.Acho que vou passar a comentar por e-mail,pois gosto de escrever o que meu cora�o manda e sente ,principalmente pra vc que � muito ESPECIAL para mim.

Beijinhos e fica na Paz!

Marta disse...

adoro te ler ; )

Geminiana disse...

Anjo lindo, há tempo pra tudo!!!
Neste momento dedico meu tempo a VOCÊ.
Para lhe enviar meu carinho e pedir
A Deus que te cubra de bênçãos sempre!“
      
   ***  ***   ***  ***
  ***     *  *     *** ☆“““““♡ VOCÊ
 ***       *       ***
 ***               ***
 ***               ***
  ***             *** ☆““““““““““♡ É
   ***           ***
    ***         ***
      ***      ***
        ***  *** ☆““““““““““♡ MUITO
           ***
            * ☆“““““♡ ESPECIAL !


Beijinhos no teu coração :)

Related Posts with Thumbnails