sábado, junho 10, 2006

do mar



Somos do mar...
Da historia que o horizonte
No fim do mundo guarda

Somos do mar...
Ilhas vivas que não puderam ficar
Sem buscar raciocínios no nada

Somos do mar...
Que vai, que vem
Mas que nunca fica

Somos o instante do vento
Que em espuma beija de alento
A terra firme da vida

Somos do mar...
Almas por achar
Errantes nos nossos sonhos

Somos vontades maiores que os medos
Tenebrosos, medonhos
Que nos tentaram a amainar

Somos o poema mor
Que a pena do destino com sangue ditou
Que um dia, que ainda não findou
De tanto sentir, acordou
Um povo, que é ele um mar

jorge@ntunes

5 comentários:

Geminiana disse...

Simplesmente lindo!Bem patriota.
Esta Bandeira me emociona,estou tão orgulhosa quanto você quando escrevia e expressava os teus sentimentos.Parabéns por mais este magnífico poema.

Beijos :)

Geminiana

☆Fanny☆ disse...

Belo poema!

Emocionei-me, sorri e chorei.

Sempre me orgulhei em ser portuguesa, mas hoje as lágrimas escorrem no coração. Onde está o nosso Portugal?!! Desculpa dizer, mas creio que está à beira do naufrágio!

Olho para a nossa HISTÓRIA e sorrio.
PORTUGAL será sempre PORTUGAL, mesmo que o queiram afundar!
Tenho FÉ!

Um abraço*

Fanny

Anónimo disse...

Temos ou não temos que honrar esta Bandeira?

VIVA PORTUGAL!!!

Beijos no teu coração:)


Geminiana

Ana P. disse...

Gostei imenso...

Beijos

Paula Antunes disse...

"VIVA PORTUGAL"

Beijos

Related Posts with Thumbnails