segunda-feira, novembro 21, 2005

beijo...



Beijei uma boca
Cujo sabor
Julguei ser teu

Demorei a minha língua
Nesse céu de boca
Que me endoideceu

E tão submisso
Me dilui nesse beijo
Que me perdi de desejo
Que me perdi de ser eu.

E dessa boca que beijei
Dessa língua que toquei
Com estes trémulos dedos
Com que escrevo
O que aqui sei.

Sei que beijei essa boca
Cujo sabor julguei ser teu
Apenas porque não acordei
Do último beijo que dei
Na tua boca
Amor meu

jorge@ntunes

7 comentários:

mar_praia disse...

:) Lindo...

Beijo grande!

moon between golden stars disse...

E que beijo tao mágico!!!
Abraço

Anónimo disse...

Está divino!!!O poema, o quadro e tb a música...Amor meu, vc deixa qualquer uma endoidecida.Blz pura.
Um beijinho pra ti e até...
**Geminiana**

Maria do Céu Costa disse...

"...Sei que beijei essa boca
Cujo sabor julguei ser teu
Apenas porque não acordei
Do último beijo que dei
Na tua boca
Amor meu"

Bom trabalho.
Beijinhos.

Paula Raposo disse...

Tão belo, Jorge! Tenho sempre poucas palavras, para as tuas...é tão bonito! Beijos

Aromas Do Mar disse...

Olá :)

Vem brindar connosco, vens? ;)

Beijinhos

Silêncios disse...

Parece que a dor estimula o talento...e no entanto, tenho certeza que é tão somente o teu sentir...
Fica um beijo...(queria eu com o meu beijo amigo, ajudar a apagar essa tua dor...)

Related Posts with Thumbnails