segunda-feira, outubro 10, 2005

esfinge




Sou poiso das aves, das sombras
o anteparo dos temporais
para quem passa
sou a ultima das desventuras
que o moribundo abraça

sou o que fica quando mais nada resta
o que não padece nem sente
o que de olhos vítreos
se torna ausente


sou o esculpido de uma ânsia
que a mão sem força não findou
sou o que resta da morte
de um poeta que sonhou


Sou a vã memória do mundo
a esfinge... rosto do fim
estatua fria, inerte, sem alma,
...sem mim...

jorge@ntunes

6 comentários:

Paula Raposo disse...

Tu escreves tão bem...tão bem...fico sem palavras, fico mesmo! É demasiado belo! Beijos, obrigada por tudo aquilo que me tens proporcionado ler, e esta música é por demais sensual!!

Gnose disse...

Mais uma vez...aqui, constrois em mim aquele sorriso que conheces tao bem... e mais uma vez na reciprocidade fiquemos a sorrir... Bj

mar_praia disse...

Adorei cada palavra...
Sei que já me estou a repetir mas que dizer quando tudo o que nos tens dados é lindo?
Tu tens o dom de me prenderes aqui a este canto... tu conjugas as palavras de forma mágica... tu...

Beijão enorme meu Amigo!

Silêncios disse...

...Bem,estou aqui há meia hora e não sei que dizer...
o poema é lindo...só espero que não seja o quadro de ti neste momento...
Quero-te sempre feliz e bem humorado :)
Beijos da amiga melga

vero disse...

Adoro, adoro, adoro... nada mais posso dizer...
Beijinhos***

Anónimo disse...

"TUA PRESENÇA é um presente para o mundo.
Tu és único e só há um igual a ti.
Tua vida pode ser o que quiseres que ela seja.
Vive os dias, apenas um de cada vez.
Conta tuas bênçãos, não os teus problemas.
Tu os superarás venha o que vier.
Dentro de ti há muitas respostas.
Compreende, tem coragem, sê forte.
Não coloques limites em ti mesmo.
Muitos sonhos estão esperando para serem realizados.
As decisões são muito importantes para
serem deixadas ao acaso.
Alcança o teu máximo, o teu melhor e o teu prémio.
Nada consome mais energia do que a preocupação.
Quanto mais tempo se carrega um problema,
mais pesado ele fica.
Não leves as coisas tão a sério.
Vive uma vida de serenidade, não de arrependimentos.
Lembra-te de que um pouco de amor dura muito.
Lembra-te muito disso: "dura para sempre".
Lembra-te que a amizade é um investimento sábio.
Os tesouros da vida são todas as pessoas.
Percebe que nunca é tarde demais.
Faz coisas simples e de forma simples.
Tem saúde, esperança e felicidade.
Encontra tempo para fazer pedidos a uma estrela.
E nunca jamais esqueças, por se quer um dia..."

O QUANTO TU ÉS ESPECIAL

Paula Antunes

Related Posts with Thumbnails