segunda-feira, outubro 24, 2005

amar-te...assim...



Sonhar contigo
é tudo o que tenho
é tudo o que posso sonhar
imaginar os teus beijos
e sentir-me chorar

é perder e perder-me
é não saber calar
é morrer ao nascer
é morrer e voltar

voltar a morrer
de cada vez que vais
nas asas do vento
cada vez mais longe
para longe, do meu cais

é um lenço branco
que não quero acenar
ao horizonte onde te perco
do meu olhar

um lenço branco
lenço imaculado
de tantas lagrimas
que guardo calado

e lanço ao mar esse lenço branco
que o mar é meu peito onde navegas
e a maré que o leva é meu sonho
para que não te percas

do meu mundo
do meu coração
da minha loucura, da minha
razão...

jorge@ntunes

5 comentários:

Vivis disse...

Um sonho bom... quando as mãos não encontra.
Gostei de estar aqui
Beijinhos

Anónimo disse...

Como é bom sonhar, sentir, e respirar o amor...Esse amor que consome,maltrata,sufoca e conforta...É alimento é vida...
Viva o amor, nosso Amor!!!
Beijinhosss
Geminiana

Paula Raposo disse...

'Que o mar é meu peito onde navegas...' e é. Claro que é, que sempre será. Beijinhos, Jorge, continuo a adorar ler-te.

Anónimo disse...

”Quando tiveres uma lágrima de tristeza, parte-a ao meio, dá-me metade e chorarei contigo. Quando eu tiver um sorriso de alegria dou-te inteiro só para te ver feliz!”


Paula Antunes


P.S. Esta imagem é muito linda...

Silêncios disse...

já sabes o que penso...Fica um beijo terno

Related Posts with Thumbnails