domingo, janeiro 08, 2006

alma minha...




Calado...
silenciado pla vossa voz
condenado...
nesse olhar em vós

desterrado...
inacabado pla vossa morte
desolado...
da vossa sorte

arruinado...
destroçado pla vossa incompreensão
torturado...
ah magoado!!!! Assim não!!!!!

Soltem-me!!!!
livrem-me destas amarras
das feridas das vossas garras
da censura no vosso perdão

livrem-me da vossa piedade
da triste ambiguidade
da vossa razão

nada vos pedi
nada vos servi
nada vos deixei

nunca vos temi
nunca vos perdi
nunca vos achei

deixai-me o EU que sou
uma vontade que ainda não findou
que ainda chora e crê

uma vontade que manda
acender-se em mim a chama
alma minha que ninguém vê

jorge@ntunes

4 comentários:

Paula Raposo disse...

'Uma vontade que manda em mim acender-se a chama'...Beijinhos, querido Jorge.

Anónimo disse...

espero que encontres o caminho...
bj

Anónimo disse...

Sabes pq está passando por tudo isso?Pq és um Anjo e Anjo pertence ao céu e não a terra, mas quero vc
Aqui na terra , pois sem ti não conseguiria viver...Fica na Paz.
Beijinhos

Silêncios disse...

Essa alma tua que ninguém vê...será que pelo menos tu a encontas?
Ainda bem que és uma vontade que ainda não findou...ainda chora e crê...enquanto assim for há esperança!

Related Posts with Thumbnails