quinta-feira, outubro 18, 2007

18/10/1968



Em tempos, aquela cuja vida foi uma lição, lição da qual não fui grande aluno é certo, guardando para mim apenas vagos traços desses ensinamentos, deu-me ela parte da vida que sou.
O resto de mim é só meu, e que de menos bom isso seja, apenas pode ser a mim apontado.

Ela tinha um sonho para mim...

E foi por ai que me fiquei...

Hoje cumprem-se 39 anos desse sonho algures perdido...

A assinalar algo aqui, neste dia, que seja o soprar humilde e respeitoso das velas, a quem sopraram para longe do olhar o sonho.


MÃE


QUE LINDO VAI O MENINO
PELA MÃO DE SUA MÃE
COM TÃO BONITO SORRISO
NUM ROSTO BELO TAMBÉM

ORGULHOSA VAI A MÃE
DE TÃO BONITA CRIANÇA
OLHANDO-O COM TERNURA
COM OS OLHOS CHEIOS DE ESPERANÇA

QUE UM DIA O SEU MENINO
SE FAÇA UM HOMEM FORTE E FELIZ
PARA ENTÃO DIZER AO MUNDO:
“FUI EU, QUE ASSIM O FIZ.”

E O MENINO VAI FELIZ
ENVOLTO NESSA BELEZA
PARECE DONO DO MUNDO
E DE TUDO TER CERTEZA

SENTE A MÃO DE SUA MÃE
QUE APERTA COM AMOR
SENTINDO SUA FIRMEZA
E TAMBÉM O SEU CALOR

E SONHA ETERNAMENTE
CORRER, SALTAR E PULAR
E QUANDO O SONO CHEGAR
VIR A MÃE P’RÓ EMBALAR

MAS OS ANOS PASSAM
E COM ELES OS SONHOS SE VÃO
E O “MENINO” JÁ RECUSA
QUANDO A MÃE LHE ESTENDE A MÃO

E A MÃE QUE SENTE
PARTIDO O SEU CORAÇÃO
PESe AINDA O SEU SOFRER
DÁ-LHE SEMPRE O SEU PERDÃO

UM DIA O “MENINO” ACORDA
PERCEBENDO QUE ESTÁ SÓ
E PROCURA O SEU PASSADO
NOS RETRATOS COBERTOS DE PÓ

DE MÃO DADA COM A MÃE
VÊ-SE ALI TÃO CONTENTE
APERTA-LHE O CORAÇÃO
E LEVANTA-SE NUM REPENTE

SENTE-SE PERDIDO NO MUNDO
E LEMBRA O CALOR DAQUELA MÃO
CORRE À PROCURA DELA
MAS SUA BUSCA É EM VÃO

JÁ FOI TARDE O SEU QUERER
POIS NA VIDA TUDO ACABA
PERDEU TUDO
NÃO TEM NADA

A MÃE FECHARA OS OLHOS
SEM REALIZAR O SONHO
DE FAZER DO FILHO UM HOMEM
COM UM FUTURO RISONHO

E O MENINO QUE FOI UM DIA
CHORA AGORA ARREPENDIDO
P’LO DESGOSTO QUE DEU À MÃE
E POR ELE SE TER PERDIDO

1996/02/07





- Isso é a minha poesia – elucidou o cientista. - Energia é igual a massa multiplicado pela velocidade da luz elevada ao quadrado. E como você, meu amigo poeta, não sei como ela surgiu, eu apenas a senti.


Trecho do livro
Caio Zip em: Einstein Picasso Agatha e Chaplin
( Assassinatos + Teoria da Relatividade + Cubismo e muito mais.)




CARREIRA105

Eu...
Preso dentro do Autocarro
O Autocarro preso no Trânsito

O Trânsito preso na Estrada
A Estrada presa na Rua

A Rua presa na Cidade
A Cidade presa no País

O País preso no Continente
O Continente preso no Planeta

O Planeta preso no Sistema Solar
O Sistema Solar preso na Galáxia

A Galáxia presa no Universo
O Universo preso no Autocarro...

... solto no meu Pensamento...

jorge@ntunes

8 comentários:

Geminiana disse...

Meu querido,estou passando rapidamente só para te desejar toda felicidade do mundo.Estou sem tempo para fazer comentário, mas vou te escrever assim que poder.
Que consigas tudo que mais deseja.Você merece.FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Um beijinho e que Jesus cuide de você.TE AMO MUITOOOOOOOO :)

Marta disse...

que sandice!...

Marta disse...

Seu poema "mãe" tá lindo demais, sério, eu tava tentando não chorar como uma estúpida enquanto lia, mas no fim desisti, enfim... tá lindo.
E...parabéns pra você nesta data querida, muitas felicidades, muitos anos de vida! (menos criativo impossível... mas é de coração tá?)
hum, escrevi um poema de aniversário pra você, eu queria tanto te mostrar.
Um abraço pra você e todos os beijos ;)

Anónimo disse...

Trinta e nove anos e uma cabeça sem juízo e uma pedra no lugar do coração. Porque não me amas mais. Porque provavelmente nunca amaste. Porque deixas que as brasileiras loucas se atirem a ti. (Espero sinceramente que nenhuma queira casar contigo para conseguir nacionalidade.)Mil cães a um osso.


Apesar de tudo e outra vez (ontem, a primeira), Parabéns. Sabes que te amo. Se não sabes, devias saber e não andar com mil ao mesmo tempo.


Beijo

Joana (obviamente!)

impulsos disse...

Olá Jorge!
Venho atrasada, bem sei...
Mas será que ainda virei a tempo de te soprar um beijo?
Não, não te assustes, não é desses...

Parabéns por mais um aniversário, o último dos intas.
Por isso, meu amigo, vive-o bem e aqui te espero para o ano,no mesmo dia(não este, mas o certo)

BEIJO

Paula Antunes disse...

E eu que tenho sempre o previlégio de passar este lindo dia contigo.

Beijos

Anónimo disse...

Lembro-me como se fosse hoje deste poema....

E este dia 18.10 que também é sempre muito especial para mim, partilho-o sempre contigo.

Beijos da tua mana

Paula Raposo disse...

Sei bem que o teu aniversário é a 18 Outubro. Não me esqueci. Só não te dei os parabéns no dia...beijos.

Related Posts with Thumbnails